CIÊNCIAS SOCIAIS

Pesquisador faz levantamento sobre os livros mais citados nas ciências sociais

Utilizando dados do Google Acadêmico, lista traz obra de Paulo Freire na terceira colocação

A partir dos dados disponibilizados pelo Google Acadêmico sobre as obras com o maior número de citações acadêmicas, o pesquisador Elliot Green, da London School od Economics, fez um levantamento dos 25 livros de ciências sociais com o maior número de menções. Na terceira colocação está A Pedagogia do Oprimido, do brasileiro Paulo Freire, que supera autores como Karl Marx e Adam Smith.

O levantamento partiu da seleção de publicações com mais de 20 mil citações, divididas entre aqueles livros e artigos acadêmicos. Segundo Green, a classificação é necessária “devido ao fato de que algumas disciplinas tendem a publicar mais em um formato que em outro.”, como escreve no artigo What are the most-cited publications in the social sciences (according to Google Scholar)?.

Dentre as disciplinas incluídas no levantamento estão Antropologia, Economia, Pedagogia, Geografia, Linguística, Administração, Filosofia, Ciência Política e Psicologia. Em caso de obras divididas em vários livros, como é o caso d’O Capital, de Karl Marx, as citações de todas os volumes foram reunidas.

Obras publicadas inicialmente na língua inglesa tiveram apenas as citações em inglês contabilizadas. No caso de obras publicadas em outros idiomas, foram contabilizadas as citações no idioma original e em inglês.

Veja abaixo a lista dos 25 livros mais citados nas ciências sociais segundo o Google Acadêmico:

A Pedagogia do Opromido, de Paulo Freire, aparece em terceiro lugar com 72.359 citações

 

Destaques