EDUCAÇÃO

Cursinhos populares pré-vestibular para 2019 são oferecidos pela USP e UFABC

Gratuitos ou a preços populares, cursinhos formados em instituições tradicionais de ensino superior ajudam a promover ingresso mais democrático em universidades

Quem já passou por um vestibular ou teve planos frustrados por ele sabe o quanto é difícil pleitear por uma cadeira universitária, princialmente quando se tem em vista o enorme déficit democrático de nosso país quando o assunto é universidade. A dificuldade aumenta ainda mais quando o sonho do vestibulando é ingressar nas renomadas universidades públicas, geralmente ocupadas por quem tem mais tempo e melhores meios econômicos para melhor se preparar para os exames.

Ainda que haja um abismo entre o vestibulando que não possui essas condições e as salas de aula do ensino superior, desde meados da década passada iniciativas surgiram ou se intensificaram para viabilizar o acesso à universidade para as camadas sociais de renda mais baixa: construção e fortalecimento das universidades federais, PROUNI, ENEM, SISU e, não menos importantes, os cursinhos pré-vestibular gratuitos ou com custo reduzido de mensalidades e matrículas.

Portanto, trazemos aqui - por sugestão do nosso leitor Alexandre Linares - cursinhos oferecidos pela USP e UFSCar que visam auxiliar os jovens de baixa renda no ingresso ao ensino superior:

Escola Preparatória da UFABC  conta com 633 em Santo André vagas e tem foco na preparação para o ENEM, as inscrições vão do dia 28 de janeiro ao dia primeiro de fevereiro, há necessidade de passar por uma prova classificatória para o ingresso. Todas as informações para inscrição e o cronograma completo do processo estão disponível no site de Extensão e Cultura da UFABC.

Já a USP possui 13 unidades de cursos preparatórios para vestibulares: 8 em São Paulo, 2 em Ribeirão Preto; Santos, Lorena e São Carlos contam com uma unidade cada. Como são organizados por alunos de diversos setores da instituição, as taxas e maneiras de ingressar são diversas. Todos os pormenores estão reunidos para consulta no Jornal da USP.

Destaques