MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Em artigo para a revista Science, Obama manda ‘recado’ para Trump e destaca importância política do Acordo de Paris

Atual presidente afirmou que, se os EUA desistir do acordo, perderá seu lugar na mesa de discussão para assegurar comprometimento de outros países

Em um artigo intitulado “O poder irreversível da energia limpa”, publicado nesta segunda-feira (09/01) na revista acadêmica Science, o presidente norte-americano Barack Obama advertiu seu sucessor, Donald Trump, sobre a importância do Acordo de Paris.

“Se os Estados Unidos desistir do acordo, perderá seu lugar na mesa de discussão para assegurar o comprometimento dos outros países, exigir transparência e encorajar ambição. [...] Renunciar a possibilidade de exigir o compromisso dos outros países, que representam dois terços da emissão de gás – incluindo China, Índia, México e os países membros da União Europeia, vai contra os nossos interesses econômicos.”, disse o atual presidente.

Firmado no final de 2015 por 195, incluindo o Brasil, o Acordo de Paris visa conter o aumento da temperatura global em menos de 2º C acima dos níveis pré- industriais com a diminuição de gases gerados, principalmente, pela produção industrial e que são os responsáveis pelo efeito estufa. Além disso, os países desenvolvidos se comprometeram a ajudar os países subdesenvolvidos e em desenvolvimento no combate as mudanças climáticas por meio de financiamentos.

O presidente eleito Donald Trump é conhecido por negar o aquecimento global e as teorias científicas que provam o aumento da temperatura nos últimos anos. Em novembro, Trump declarou que está estudando de perto se vai abandonar o acordo, segundo ele a medida afetaria a competitividade dos EUA no mercado mundial em relação à China.  

Leia na íntegra o artigo publicado por Barack Obama clicando neste link

(*) Com informações da Agência France Presse

Destaques