BIBLIODIVERSIDADE

Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas do país

A expectativa do MEC é que os livros sejam entregues conforme as projeções do censo escolar


(Foto: Marcelo Cazal/ Agência Brasil)

Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas de todo o país, segundo estimativas dos Correios que estão responsáveis pelas entregas. A distribuição do material, que é parte do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático), começou a ser feita hoje (13). Essa primeira remessa representa 30% do volume total previsto para atender a demanda do próximo ano.

A expectativa do Ministério da Educação é a de que, antes do início do ano letivo de 2019, 151 milhões de livros cheguem às escolas públicas, beneficiando 35 milhões de alunos. Enquanto nas cidades, a entrega é feita diretamente nas unidades escolares, na zona rural, os livros chegam nas prefeituras e secretarias de educação para depois serem distribuídos.

O modelo atual começou a funcionar em 2017, quando dois antigos programas do governo tiveram atividade unificadas no PNLD. Os livros didáticos são distribuídos de acordo com as projeções do censo escolar realizado dois anos antes da edição do programa.

Destaques