DIREITOS HUMANOS

Comissão discute violência policial contra manifestantes da UnB

De acordo com deputada, ao menos três estudantes foram agredidos com cassetetes

A Comissão de Direitos Humanos realiza audiência pública nesta tarde para debater o uso de violência policial contra estudantes, servidores e professores da UnB (Universidade de Brasília (UnB), durante manifestações contra os cortes orçamentários na educação.

A deputada Erika Kokay (PT-DF), autora do requerimento para realização do encontro, disse que os manifestantes foram agredidos por policiais militares, que usaram spray de pimenta, cassetetes e bombas de gás lacrimogênio para dispersar o grupo que protestava nas imediações do Ministério da Educação. Segundo ela, pelo menos três estudantes foram agredidos com cassetetes.

Confirmaram presença no debate:

- a procuradora dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal, Deborah Macedo Duprat de Brito Pereira;
- a representante da Renap (Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares) Sandra Nascimento; e
- Victor Brito Bezerra, manifestante vítima de violência.

Também foram convidados representantes do Superior Tribunal Militar, do Conselho Nacional de Direitos Humanos e do Núcleo de Investigação e Controle Externo da Atividade Policial do Ministério Público.

Destaques