BNCC

MEC mobiliza gestores da educação para debater Base Nacional Comum Curricular

Segundo secretário, o lançamento do Dia D é a oportunidade para uma reflexão coletiva


(Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, participou, na terça-feira (6), da discussão com gestores municipais e educadores sobre a Base Nacional Comum Curricular, na capital paulista. O evento fez parte do Dia D de debates sobre o assunto, promovido pelo MEC (Ministério da Educação) em todo o país.

Segundo o ministro, o Brasil definirá um padrão curricular para elevar a qualidade da educação básica nos estados e municípios. O texto normativo (sobre os ensinos infantil e fundamental) foi homologado em 20 de dezembro de 2017, tratando dos conhecimentos, competências e habilidades que os alunos devem ter.

A base referente à reformulação do Ensino Médio será entregue ao Conselho Nacional da Educação no final de março. A expectativa é que esse currículo, com parâmetros estabelecidos pela Reforma do Ensino Médio, esteja pronto para ser aplicado em 2019.

“Todos os objetivos de aprendizagem dos vários conteúdos estão assegurados. Não só português e matemática, mas história, geografia ou qualquer outro conteúdo que esteja presente dentro da base curricular”, declarou o ministro.

Estados

Mendonça Filho disse que a base curricular que vem sendo traçada para o estado de São Paulo nos ensinos fundamental e infantil pode servir de parâmetro a ser replicado no restante do Brasil. O secretário estadual da Educação, José Renato Nalini, disse que os debates sobre o currículo escolar continuam com a formação de um grupo de trabalho.

“Chamamos os colegiados, pensadores. Temos muita gente escrevendo e pensando sobre educação, obrigação de todos. O lançamento do Dia D é a oportunidade para uma reflexão coletiva. É um evento da nação brasileira, que precisa levar a sério a educação”, declarou o secretário.

Outros estados também realizaram hoje mobilizações para discutir a BNCC. No Tocantins, a Secretaria de Educação reuniu técnicos para discutir estratégias de elaboração do novo currículo. No Pará, gestores de escolas e técnicos da secretaria estadual de educação também participaram de uma discussão sobre a Base.

No Rio Grande do Norte, gestores, coordenadores, subcoordenadores e técnicos da Secretaria de Educação e Cultura debateram na manhã de hoje as primeiras diretrizes para a implantação da BNCC na educação básica do estado. O debate também aconteceu no Mato Grosso do Sul.

Segundo o Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), hoje é uma data referência para a discussão, e se não for possível realizar a mobilização nesse dia, a rede poderá organizar outras datas.

Em Sergipe, a Secretaria de Estado da Educação promoveu um debate na última quinta-feira (1º), com a participação de representantes das secretarias municipais, estadual e coordenadores das Diretorias Regionais de Educação. Em Santa Catarina, a ação iniciou hoje e terá como ponto alto o dia 20 de março, como Dia D envolvendo toda a comunidade escolar.

O MEC preparou materiais para ajudar as secretarias de Educação no debate, que estão disponíveis no site. Os estudos possuem caráter sugestivo. Cada Secretaria pode usar todo ou parte do material, editar e/ ou planejar outras estratégias de estudo.

*Colaborou Sabrina Craide, de Brasília

 

Destaques