EU PASSEI

Carolina Salotti: na última semana, deixei três dias separados para estudar Ética

‘Se não deu tempo de estudar tudo, lembre-se: a gente sempre acha que daria para ter feito mais, mas não é hora de pensar nisso’; leia entrevista com advogada sobre a preparação na reta final para a OAB

Nome: Carolina Sabbag Salotti.

Estudei na: Unesp (Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’).

Foto: Arquivo Pessoal

'Não consegui zerar conteúdos, então priorizei tópicos'

Concluí o curso em: 2015.

Decidi fazer Direito porque: Eu decidi que queria seguir na área de Humanidades porque me interessava muito por temas como História e Política. Gostava muito de ler, escrever e debater sobre esses assuntos. Partindo disso, busquei o curso que, a meu ver, mais me permitiria impactar positivamente a sociedade. E acabei escolhendo Direito.

Minhas disciplinas preferidas eram: Criminologia e Direito Penal.

Eu passei na OAB em: 2016.

Meu primeiro emprego: Juizado Especial Federal.

Como organizava meu tempo de estudo na última semana: Desde o começo, priorizei as matérias com as quais eu mais tinha familiaridade e facilidade. Então, deixei de estudar alguns conteúdos que eu não sabia muito e que não me atraíam, apesar de contarem com muitas questões na prova. Decidi não fazer cursinho para a primeira fase, mas estudar com um material específico que, no meu caso, foram os livros de teoria e exercícios de revisão. Foi a primeira vez que estudei resolvendo exercícios e foi muito bom. Organizei um cronograma para estudar Penal, Processo Penal, Civil, Processo Civil e Constitucional. Eu não consegui zerar os conteúdos- nem de longe!- até porque são imensos, então priorizei alguns tópicos. Deixei, na última semana, uns três dias separados para Ética, que tem 10 questões. Assim, na quinta-feira, parei com todas as outras matérias e li o Estatuto da OAB e o Código de Ética e fiz os exercícios do livro de revisões. Fora isso, fui à aula dica do Damásio sobre Ética, na sexta-feira - se não me engano -, o que ajudou bastante, e  também fui à aula dica de sábado, com revisão de todas as matérias, o que também me ajudou muito, especialmente nas questões cujos conteúdos eu não havia estudado. Por fim, é importante focar na lei seca, que é o que mais é cobrado na prova.

Minha dica para quem vai prestar o próximo Exame de Ordem no domingo: Antes de tudo, calma! A pressão em quem vai prestar a OAB é muito grande, principalmente para passar direto. Cabeça tranquila, é só fazer o seu melhor e, se não der, não deu. Não vai ser o fim da linha! E se não deu tempo de estudar tudo, lembre-se: a gente sempre acha que daria para ter feito mais, mas não é hora de pensar nisso. Você fez o seu melhor e vai fazer essa prova dando o seu melhor. Além disso, especificamente na hora da prova, eu aconselho a começar por Ética porque é a que tem mais questões e é fundamental fazer de “cabeça fresca”. Depois, eu sugeriria fazer primeiro as que você sabe mais e deixar para o final as que conhece menos. Fazer o que você domina menos cansado ajuda bastante. Eu sempre fiz minhas provas assim, desde o vestibular, e, até agora, felizmente, deu certo. Espero que dê certo para todas e todos vocês também. Vou ficar na torcida!

 

Fique ligado na cobertura da 1ª fase do XXI Exame da OAB no Painel Acadêmico: 

Desde que foi criado, em março de 2015, o Painel Acadêmico só cresceu. Enfrentando diversas dificuldades, conquistamos todos os dias novos leitores com nossa produção jornalística independente e linha editorial de permanente defesa do acesso ao conhecimento de qualidade para todos os brasileiros. Para seguir com a missão não só de informar sobre os principais acontecimentos na área, mas sobretudo de diminuir a distância entre a produção acadêmica e o grande público, precisamos da sua ajuda.
Saiba como apoiar nosso projeto jornalístico independente sobre Educação.
Quem contribui ganha livros e descontos:

XXIII Exame de Ordem | 1ª fase | Podcasts