ORIENTAÇÕES FUNDAMENTAIS

10 dicas de como se preparar na reta final da 1ª fase da OAB

Especialistas esclarecem quais cuidados devem ser tomados nos últimos momentos antes da prova, que acontecerá no dia 27/11

Qual matéria estudar mais nos últimos dias antes da prova?  Será que começar por alguma matéria específica ou fazer a prova de trás pra frente pode me dar alguma vantagem? Como segurar a onda e não deixar a ansiedade me desconcentrar?

Dúvidas frequentes para quem está às vésperas de participar de uma grande prova, estas perguntas devem estar passando pela cabeça dos candidatos que farão a 1ª fase do XXI Exame de Ordem Unificado, que deverá ser aplicada no dia 27 de novembro em todo país.

Para ajudar quem está nesta situação, o Painel Acadêmico entrevistou três dos maiores especialistas em Exame da OAB e perguntou o que pode fazer diferença nesta reta final de preparação. Marco Antônio Araujo, Darlan Barroso e Flávio Martins, todos do Damásio Educacional, revelaram quais são as 10 dicas essenciais para os últimos momentos antes da prova. Confira:

1. Foque seus estudos em Ética, Trabalho e Processo do Trabalho

O candidato precisa considerar em sua estratégia de estudo quais disciplinas da prova possuem maior número de questões e peso.

Para OAB, Ética profissional conta com 10 questões, trabalho e processo do trabalho 11 questões juntas e, portanto, estudar essas três disciplinas na semana da prova tem alto resultado na melhoria da performance dos candidatos.

De fato, é impossível estudar tudo.

2.  Controle a respiração para segurar a ansiedade

A prova exige muito do candidato a interpretação de textos (enunciados com questões práticas e questões conceituais) e, assim, a manutenção da tranquilidade é fundamental no resultado.

O controle da ansiedade, tempo, e problemas físicos são determinantes no sucesso do candidato.

Para controlar o nervosismo: atenção à respiração (utilizando o diafragma). Gerencie intervalos para alimentação e ida ao banheiro. Muitos candidatos ficam mais tranquilos exercitando meditação ou oração antes do início da prova.

3.  Comece a prova… pelo começo!

Sempre comece a fazer a prova pelo seu início. Na OAB não é recomendado separar as disciplinas. A prova não conta com os títulos das disciplinas justamente para que os candidatos não façam essa seleção. Tentar fazer isso tomará muito tempo e o candidato também poderá ter dificuldade em separar os assuntos (por exemplo, em Constitucional e Humanos, Internacional, Civil e Processo, etc.).

Iniciar a prova por ética, que já é a primeira normalmente, é uma boa!

4. Não perca tempo nos enunciados das questões conceituais. Redobre a atenção nas questões práticas!

A FGV costuma fazer três tipos de enunciados: a) questões diretas; b) questões conceituais;. C) questões práticas.

Nas questões diretas, normalmente os candidatos não encontram grande dificuldade de interpretação.

Já as questões conceituais, sempre possuem um texto com a definição do instituto, contendo uma premissa verdadeira. Assim, o candidato acaba perdendo tempo lendo por diversas vezes um conceito que apenas é apresentado para cansar ou desviar a atenção dele. Não perca tempo com os enunciados das questões conceituais.

Nas questões práticas, o candidato deve redobrar a atenção, já que depende de uma leitura atenta do enunciado para encontrar a resposta. Sugestão: rascunhe o resumo do que ocorreu. Isso ajuda a visualizar.

5.  Na última semana, não perca tempo com longas doutrinas. Seja objetivo!

Na reta final o candidato deve estudar as disciplinas com maior incidência na prova (sobretudo Ética Profissional), priorizando a leitura da lei e de questões de Exames Anteriores. Não é o momento de se debruçar sobre longas doutrinas. Nesses últimos dias, o estudo deve ser mais objetivo e produtivo.

6. Ler provas antigas é essencial

Não é raro encontrarmos questões muito semelhantes a outras que já foram cobradas. Não obstante, é necessário saber resolver as provas anteriores. O estudante deve, ao responder uma questão passada, verificar os motivos de eventual erro. Dessa maneira, a resolução de cada questão passa a ser uma forma de estudar aquele tema.

7. Faça uma pausa antes de preencher o gabarito

O momento do preenchimento do gabarito é crucial. Imaginemos que o candidato, de forma displicente, preenche o gabarito de forma equivocada. Todos os esforços decorrentes da resolução de cada questão serão irrelevantes.

Recomendamos que o candidato, depois de resolver todas as questões, concentre-se por alguns minutos, beba algum líquido e, na sequência, de forma concentrada e focada, preencha cuidadosamente o gabarito.

8. Chegue com antecedência ao local de prova

É fundamental que o candidato visite com antecedência o local onde vai realizar a prova. Como a prova ocorre em um domingo é comum que algumas vias de acessos estejam fechadas, o que pode causar um trânsito não esperado, ou ainda, que os transportes públicos estejam atuando com atendimento reduzido, o que pode atrasar a chegada do candidato ao local.

9. Nos momentos finais, evite revisar a matéria com seus amigos

A troca de informações é sempre importante, mas o candidato deverá ficar atento para não utilizar esse momento para rever a matéria ou discutir conceitos.

Quanto mais informal for a conversa com os amigos nos momentos que antecedem a prova, melhor.

10. Otimismo é FUNDAMENTAL!

Candidatos que se prepararam e estão otimistas tem mais chances de aprovação.

Aconselhamos sempre que o candidato aproveite o dia que antecede a prova para realizar atividades que possam acalmá-lo, como por exemplo, praticar esportes, ir ao cinema, assistir uma peça de teatro ou até mesmo fazer um passeio, de forma que possa estar emocionalmente equilibrado.

Mantenha a paz de espírito durante esses dias que antecedem à prova! Vá confiante para a 1ª fase e, já visualize o dia 11 de janeiro para a prova discursiva.

Destaques

Últimas notícias