LITERATURA

Biblioteca Nacional divulga vencedores do Prêmio Literário 2016

Premiação para os autores selecionados em primeiro lugar em cada uma das nove categorias é de R$30 mil; número de inscritos neste ano superou média, ultrapassando 800 obras

A Fundação Biblioteca Nacional divulgou nesta terça-feira (22/11), no Diário Oficial da União, a lista dos vencedores do Prêmio Literário Biblioteca Nacional de 2016. Os concorrentes foram premiados nas categorias conto, ensaio literário, ensaio social, literatura infantil, literatura juvenil, poesia, projeto gráfico, romance e tradução.

Realizado anualmente desde 1994, o prêmio contempla autores, tradutores e projetistas gráficos brasileiros, avaliando a qualidade intelectual e estética da produção editorial desses profissionais. As comissões julgadoras analisam as obras de acordo com critérios como qualidade literária, originalidade, contribuição à cultura nacional, criatividade no uso dos recursos gráficos e excelência da tradução.

As obras concorrentes devem ser inéditas (primeira edição), publicadas no Brasil, e podem ser inscritas em, no máximo, duas categorias. Nesse caso, uma delas será obrigatoriamente, em projeto gráfico. A premiação, uma das mais prestigiadas do país, recebe inscrições de autores de diversos estados. As obras são analisadas por 27 julgadores, três em cada categoria, ligados ao meio cultural, com notório saber e reconhecimento em suas áreas.

O edital deste ano, cujas inscrições começaram em 27 de julho, contemplou obras publicadas no período de 1º de maio de 2015 a 30 de abril de 2016, no Brasil, em língua portuguesa. A premiação para os autores selecionados em primeiro lugar de cada categoria é de R$30.000,00 (trinta mil reais). Na edição atual, número de inscritos habilitados para o prêmio superou a média dos anos anteriores, ultrapassando oitocentas obras.

Confira abaixo a lista de vencedores em cada categoria

Conto : Marta Barcellos, com a obra "Antes que seque" publicada pela Editora Record.

Ensaio Literário: Murilo Marcondes de Moura, com a obra "O mundo sitiado: a poesia brasileira e a segunda guerra mundial" publicada pela Editora 34.

Ensaio Social: Douglas Attila Marcelino, com a obra "O corpo da Nova República: funerais presidenciais, representação histórica e imaginário político" publicada pela Editora FGV.

Literatura Infantil: Eliandro Rocha, com a obra "Roupa de Brincar" publicada pela Editora Pulo do Gato.

Literatura Juvenil: Érica Bombardi, com a obra "Canto do Uirapuru" publicada pela Escrita Fina Edições.

Poesia: Adélia Prado, com a obra "Poesia reunida", publicada pela Editora Record.

Projeto Gráfico: Raquel Matsushita, com a obra "Coleção Pedro fugiu de casa" publicada pela Edições de Janeiro.

Romance: Sheyla Smanioto, com a obra "Desesterro" publicada pela Editora Record.

Tradução: José Roberto Andrade Féres (Zéfere), com a obra "O sumiço" publicada pela Editora Autêntica.

Desde que foi criado, em março de 2015, o Painel Acadêmico só cresceu. Enfrentando diversas dificuldades, conquistamos todos os dias novos leitores com nossa produção jornalística independente e linha editorial de permanente defesa do acesso ao conhecimento de qualidade para todos os brasileiros. Para seguir com a missão não só de informar sobre os principais acontecimentos na área, mas sobretudo de diminuir a distância entre a produção acadêmica e o grande público, precisamos da sua ajuda.
Saiba como apoiar nosso projeto jornalístico independente sobre Educação.
Quem contribui ganha livros e descontos:

Confira