LANÇAMENTO

Historiadores lançam no sábado (27/8) livro que explica por que impeachment de Dilma é golpe

Com textos de pesquisadores respeitados dentro e fora do país, obra traz diagnóstico sobre a história imediata e analisa os desdobramentos do processo contra Dilma

No próximo sábado (27/8), a UnB (Universidade de Brasília) sediará o lançamento do livro Historiadores pela democracia: o golpe de 2016 e a força do passado. A obra, editada pela Alameda Editorial, traz reflexões sobre atual momento político conturbado do país e analisa como o processo de impeachment contra Dilma Rousseff põe em risco a democracia brasileira.

O evento, que acontecerá no auditório do Memorial Darcy Ribeiro, a partir das 16 horas, é aberto ao público e contará com um debate entre as organizadoras do livro, as historiadoras Hebe Matos, professora titular da UFF (Universidade Federal Fluminense); Beatriz Mamigonian, professora da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina); e Tânia Bessone, professora da Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). Além de apresentar a obra, as especialistas analisarão os desdobramentos políticos, sociais e econômicos do processo de impedimento contra Dilma.


Pré-venda já está aberta e livro pode ser adquirido pela internet

Diagnóstico historiográfico

Uma espécie de exercício de resistência intelectual, o livro reúne textos de historiadores com carreira consolidada e também de novos nomes da área, que traçam um diagnóstico sobre a história imediata, em curso diante de nossos olhos.

A obra é batizada com o mesmo nome do movimento formado por historiadores de todo Brasil criado em abril deste ano, com o objetivo imediato de recolher depoimentos em vídeo de intelectuais contrários à saída de Dilma da presidência.

A força do Historiadores pela Democracia se consolidou ainda mais em junho, quando, horas antes de uma reunião com a presidenta no Palácio da Alvorada, o grupo decidiu organizar e canalizar suas angústias comuns no formato de um livro.

O esforço resultou na obra que será lançada oficialmente no sábado, com textos de historiadores consagrados, como Sidney Chalhoub, vencedor do Prêmio Jabuti em 1997 e ex-diretor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas); e Luiz Felipe de Alencastro, professor emérito da Universidade de Sorbonne, na França.

A obra também conta com análises de intelectuais estrangeiros, como o brasilianista norte-americano James Green, professor da Universidade Brown, nos Estados Unidos; e a francesa Suzette Bloch, neta de Marc Bloch e herdeira responsável pela gestão da produção acadêmica de seu avô, considerado um dos maiores historiadores do século 20.

Historiadores pela democracia: o golpe de 2016 e a força do passado já está em pré-venda na loja virtual da Alameda Editorial e pode ser adquirido por meio deste link.

O Memorial Darcy Ribeiro fica no campus Darcy Ribeiro da UnB (Universidade de Brasília), localizado na região da Asa Norte da capital federal.

Destaques

Últimas notícias