DICAS DOS PROFESSORES

Orientações de recurso contra resultado do concurso de analista do MP-SP

Resultado do certame foi divulgado na segunda-feira (9/11); recursos podem ser interpostos até quinta (12/11)

A Vunesp publicou no último dia 9/11 o resultado do concurso para Analista do MP/SP.

Os candidatos poderão interpor recurso contra o resultado das provas escrita e discursiva até às 23h59min do dia 12 de novembro de 2016 (o prazo previsto era até o dia 11/11, mas como o site ficou indisponível, a informação do serviço telefônico da organizadora foi de que será prorrogado para o dia 12. Estamos aguardando a confirmação no próprio site da Vunesp).

Para consultar a prova escrita e discursiva digitalizadas e o desempenho individual, o candidato deverá seguir as orientações no site www.vunesp.com.br através do link http://www.vunesp.com.br/MPSP1501/ e digitar o CPF.

O Recurso deve ser interposto da forma objetiva, clara e fundamentada, sob pena de ser, liminarmente, indeferido pela Banca Organizadora. O mais importante no recurso é demonstrar, de forma direta, que a correção da prova discursiva não foi integral (itens não pontuados).

O link acima remeterá o candidato eliminado para uma página com a indicação de um cronômetro de 60 minutos que pode, ilimitadamente, ser atualizado durante a elaboração do Recurso.

O candidato deverá selecionar um a um o item contra o qual deseja recorrer e desenvolver (Recurso contra o resultado da Prova Escrita e Discursiva - Primeira Redação, Recurso contra o resultado da Prova Escrita e Discursiva - Segunda Redação e Recurso contra o resultado da Prova Escrita e Discursiva -Questões de 1 a 5), de maneira fundamentada -indicando no texto, preferencialmente, as linhas que entende ser objeto de Recurso- dentro dos 24.000 caracteres disponíveis o desenvolvimento do raciocínio jurídico, solicitando a majoração da nota. É importante que cada ponto, objeto de Recurso, seja redigido da forma mais precisa possível.

Utilize um rascunho no Word e, após, copie e cole nos espaços destinados e isso facilitará a elaboração do texto e a contagem dos caracteres. Indique de forma precisa o local onde está a resposta que não foi considerada na correção (o recurso não é uma petição, mas um mero formulário eletrônico onde o candidato indica o inconformismo).

Antes de iniciar a elaboração do Recurso, faça a impressão da prova e também do gabarito disponível no site da Banca Organizadora.

A recomendação é que o recurso seja feito principalmente da correção da prova discursiva, já que, em primeira análise, não identificamos questões passíveis de recurso da prova objetiva.

Nossa orientação para todos os candidatos reprovados é no sentido de que façam uma análise da exatidão da correção e, caso encontrem falhas, interponham o recurso com a observância das formalidades previstas no site da Vunesp. Existe chance de revisão da nota e da classificação.

Prof. Marco Antonio Araujo Jr | Vice-presidente acadêmico – Damásio Educacional

Prof. Darlan Barroso | Diretor Pedagógico de cursos preparatórios – Damásio Educacional

Prof. Roberta Boldrin dos Anjos | Coordenadora Pedagógica – Damásio Educacional

Desde que foi criado, em março de 2015, o Painel Acadêmico só cresceu. Enfrentando diversas dificuldades, conquistamos todos os dias novos leitores com nossa produção jornalística independente e linha editorial de permanente defesa do acesso ao conhecimento de qualidade para todos os brasileiros. Para seguir com a missão não só de informar sobre os principais acontecimentos na área, mas sobretudo de diminuir a distância entre a produção acadêmica e o grande público, precisamos da sua ajuda.
Saiba como apoiar nosso projeto jornalístico independente sobre Educação.
Quem contribui ganha livros e descontos: