Delegado da PF tem salário inicial de R$ 13 mil e trabalha 40 horas semanais

Por Mariana Ghirello

Planejar e coordenar operações, instaurar e presidir inquéritos policiais de investigação de crimes de competência federal e fazer a segurança das autoridades internacionais. Essas são algumas das atribuições do delegado da Polícia Federal, que trabalha 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva, com salário inicial de R$ 13,3 mil, mais benefícios.

Leia mais:
Ser policial não é como mostrado nas novelas, diz delegado da Polícia Federal


O trabalho desenvolvido na Polícia Federal é dinâmico e varia de acordo com a região em que o delegado está lotado. Por exemplo, um delegado que trabalha em uma unidade localizada na fronteira como a Delegacia de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, trabalha mais com assuntos ligados à área de imigração do que um delegado lotado na Delegacia de Vitória da Conquista, na Bahia.

Um delegado lotado em Salgueiro, Pernambuco, cidade localizada próximo a áreas onde há registros de plantação de maconha, atua na repressão ao tráfico de forma diferente de um delegado em Porto Seguro, Bahia, onde a droga é consumida e não produzida.

A Polícia Federal tem ainda grupos de atuação especial, o COT (Comando de Operações Táticas) e CAOP (Coordenação de Aviação Operacional). O primeiro tem competência para a execução das ações táticas, nas situações de sequestro, de apoderamento ilícito de aeronaves, ressalvada a competência militar, e de emprego de ações terroristas. Já ao CAOP cabe planejar, orientar, implementar, coordenar e avaliar a execução de ações táticas em que sejam empregados meios aéreos.

Recursos Humanos

Atualmente, o país conta com 11,3 mil policiais federais e 1,7 mil delegados. E o Ministério da Justiça, órgão ao qual a Polícia Federal está vinculada, prevê a abertura de edital de concurso público para preencher 150 vagas de delegado de Polícia Federal nos próximos meses.

Para se candidatar ao cargo de delegado federal, é exigida graduação em Direito. O concurso público de ingresso na carreira conta com provas, teste de aptidão física, investigação social e exames médicos. O delegado só é efetivado após ser aprovado no estágio probatório com duração de três anos.

Após efetivação, o delegado torna-se servidor federal e não pode exercer outra ativida. Passa também a ter direito a uma série de benefícios como auxílio para alimentação, pré-escola, transporte, moradia (cargos de direção) e funeral.

O valor da aposentadoria do delegado federal será o da última remuneração ou subsídio do cargo em que se der o benefício. E sempre que for modificada a remuneração ou o subsídio dos servidores na ativa, a aposentadoria será revista na mesma proporção e na mesma data.

A aposentadoria voluntária pode ser obtida depois de 30 anos de contribuição, com pelo menos 20 anos de exercício da atividade policial. Já a aposentadoria compulsória ocorre aos 65 anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição.

* Com informações da Polícia Federal

Últimas notícias