EU PASSEI

“Ritmo de trabalho possibilita aperfeiçoamento profissional”, diz advogado da CPTM

Nome: Lucas Neuhauser Magalhães

Cargo concursado que ocupa: Advogado da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM.

Por que escolheu a carreira? Escolhi a carreira de advogado em uma sociedade de economia mista em razão do salário, um pouco maior do que o oferecido na maioria dos cargos da iniciativa privada em início de carreira. Além disso, o ritmo de trabalho costuma ser menos árduo que nos grandes escritórios de advocacia, onde já tive a oportunidade de trabalhar, possibilitando continuar os estudos para a aprovação em concursos com maior nível de exigência.

Que ano passou no concurso? Fui aprovado em 2012, mas contratado apenas em 2014.

Como organizava seu tempo de estudo? Na época em que realizei o concurso me dedicava apenas aos estudos. Fazia um curso preparatório no período da manhã e estudava cerca de 4 horas no período da tarde, de segunda a sexta. Aos finais de semana apenas descansava.

O que mais gosta na instituição? Apesar do pouco tempo de casa, vejo que trata-se de um lugar com um ritmo de trabalho tranquilo e ambiente acolhedor, com colegas muito receptivos. O ritmo de trabalho possibilita a continuidade dos estudos para concursos e o aperfeiçoamento profissional e a gama de atuação da área jurídica é ampla, favorecendo uma atuação interdisciplinar.

O que gostaria de mudar na instituição? A princípio vejo que a instituição não apresenta um plano de carreira consistente, o que pode ser desanimador a longo prazo.

Qual seu objetivo profissional? Desejo atuar como Promotor de Justiça do Ministério Público.

Onde se formou, em que ano? Universidade Presbiteriana Mackenzie, junho de 2011.

Desde que foi criado, em março de 2015, o Painel Acadêmico só cresceu. Enfrentando diversas dificuldades, conquistamos todos os dias novos leitores com nossa produção jornalística independente e linha editorial de permanente defesa do acesso ao conhecimento de qualidade para todos os brasileiros. Para seguir com a missão não só de informar sobre os principais acontecimentos na área, mas sobretudo de diminuir a distância entre a produção acadêmica e o grande público, precisamos da sua ajuda.
Saiba como apoiar nosso projeto jornalístico independente sobre Educação.
Quem contribui ganha livros e descontos: